Cada um no seu lugar

Acredito que um processo terapêutico realmente funciona quando o paciente sabe que o terapeuta poderá contribuir com seu auto-conhecimento, com vivência e sensibilidade, utilizando as “ferramentas” disponíveis necessárias. Mas, que só ele mesmo – o paciente, poderá percorrer seu caminho .

E quando o terapeuta tem a humildade de reconhecer que não pode e nem deve se responsabilizar pelo “sucesso” do paciente*. Pois, se o fizer, tirará do paciente a oportunidade de crescimento e o prazer da conquista, que a auto-responsabilidade permite e que é merecimento do paciente, afinal, ele percorreu a sua trajetória .

Juntos, porém, sem perder o foco

Se o terapeuta tenta interferir naquilo que é demanda da alma do(a) paciente e tenta tirá-lo do que necessita viver para seu crescimento, o terapeuta o atrapalha e se atrapalha. Se fizer alguma interferência tendenciosa, cria um carma pra si.

Um lindo caminho a percorrer: ir junto, mas não perder o foco para os dois. Autorresponsabilidade.

À cada um o que é seu

Ao paciente, o mérito, pois se disponibilizou a fazer o próprio caminho e encontrar a força de suas próprias pernas, força que logo poderá migrar para as suas asas, para alçar vôos ainda mais altos 🕊.

Ao terapeuta, a alegria de poder exercer seu dharma, ganhar seu dinheiro – muito bem-vindo, e poder assistir em primeira mão a integração de aspectos do ego, por meio da força e coragem do paciente de se ver, frente e verso, e acompanhar o florescimento do ser.

Neste processo agradecer a confiança mútua.

As formas do trabalho terapêutico

Este trabalho pode ser um pronto socorro para aliviar sintomas – o que trará algum conforto – e pode ser um trabalho rápido, pontual, com algumas sessões .

Ou, pode ser um mergulho mais profundo, que demanda mais energia para esta investigação de onde iniciou a questão, que podemos chamar de “um mergulho nas entranhas para desatar os nós na base”.

Desta forma, mais enraizado na própria força, passo a passo, para florescer o ser, conquistando mais flexibilidade e liberdade e honestidade na vida.

A escolha é do paciente, só ele pode saber o que quer.

Uma pessoa mais saudável e harmonizada com suas emoções, certamente será uma célula mais saudável no planeta.

Isto é sustentabilidade🌹🌼🌻🌺🌸.

(*a esta necessidade do terapeuta de responsabilizar-se pelo sucesso do paciente, chamo de vaidade).

Suficientemente, Siari

 

4 Replies to “Quando é que a terapia funciona?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: