Não dá tempo! Quem dá o tempo?

Esta desculpa do tempo é bem interessante
Afinal o que está atrás da desculpa atribuída ao tempo
Outra boa desculpa o trabalho
São esconderijos ou fugas do que ?
Porque não dizer não quero, quando não quer?
Ou quero quando quer
O que está preservando e pra que ?
Lembro me quando trabalhava sem limites, e me sentia muito orgulhosa disto, orgulhosa mesmo!
Me dava uma sensação de ser muito importante estando sempre muito “ocupada”
Desrespeitava as necessidades básicas do corpo, claro desenvolvi uma austeridade mas não foi de forma consciente. Estava bem a serviço do eu idealizado na expectativa de ser maravilhosa e perfeita.
Mas já era e não sabia.
Dai algo começou mostrar em mim um certo desconforto neste exagero, fui checar de onde vinha esta crença que tinha que ser assim tão “trabalhadeira”
Claro eu a encontrei, foi instalada através de uma repetição do que vi, na ânsia de ser aceita repeti.
Mas o melhor é que posso escolher.
No meu direito de escolha,
na adulta que sou, pude fazer novas escolhas.
Comecei optando por ser honesta comigo mesma, e aprender me revelar.
Passei pelo medo de não ser aceita pelo que eu era, e não pelo que eu concedia e oferecia, pelo receio de ser diferente das minhas origens.
Sim posso respeitá-las, mas
Sim posso ser diferente
Aos poucos fui podendo me conectar com meu corpo e seus sinais.
E se sinto…. sigo
Comecei então uma jornada de ressignificar e respeitar
Afinal como posso respeitar alguém se não respeitar a mim ?
Como posso dar o que não tenho ?
Também pude observar que toda “condenação”que tinha pelo meu corpo e toda crítica que o dirigia, relacionava se mais às minhas reprovações sobre minhas ações e sentimentos não aprovados por mim mesma.
Sentimentos que nem sabia o que fazer com eles, e outros que me sentia impotente e poder ir além, dai achar defeitos e criticar o corpo passava ser até mais suave, e assim me distrai por MUITOS anos da minha vida. E quem sabe, quantas vidas assim fazendo.
Mas o assunto inicial era o tempo, e o que tem a ver com tudo isto né?
Tem que também pode ser uma distração, da mesma forma que acreditei que não conseguiria ir além de alguns sentimentos e me distraia com o corpo, podia também me distrair, estando super atolada de compromissos e me esconder atrás do tempo,
Que aliás não tem nada a ver com isto.
O resumo é conectar me com o corpo, ouvir suas demandas, alinhar com esta sabedoria e seguir meu corpo minha natureza.
Fluo nele e com ele, em sintonia e respeito.
Tomar um tempo pra Ser
E aprendendo a Ser, aprender a relaxar na simplicidade que é estar no suficiente essencial.

Suficientemente Siari

 

 

4 Replies to “Tempo do corpo”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: